Visitas da Dy

domingo, 23 de maio de 2010

Músicas

O Teatro Mágico
Existem músicas que são capazes de expressar muito do que sentimos. O Teatro Mágico consegue isso. Ainda não encontre nada que se encaixasse tanto com algumas coisas que sinto e penso.
Algumas do Teatro pra que por aqui passar:

Reticências.

O Teatro Mágico

Composição: Fernando Anitelli

Quanta mudança alcança
O nosso ser posso ser assim daqui a pouco não
Quanta mudança alcança
O nosso ser posso ser assim daqui a pouco
Se agregar não é segregar
Se agora for, foi-se a hora
Dispensar não é não pensar
Se saciou foi-se em bora
Quanta mudança alcança
O nosso ser posso ser assim daqui a pouco não
Quanta mudança alcança
O nosso ser posso ser assim daqui a pouco
Se lembrar não é celebrar...
Dura - lhe a dor quando aflora
Esquecer não é perdoar
Se consagrou sangra agora
Quanta mudança alcança
O nosso ser posso ser assim daqui a pouco não
Quanta mudança alcança
O nosso ser posso ser assim
Tempo de dá colo, tempo de decolar
Tempo de dá colo, tempo de decolar
O que há é o que é e o que será
(nascerá, nascerá...)
Tempo de dá colo, tempo de decolar
Tempo de dá colo, tempo de decolar
O que há é o que é e o que será
(nascerá, nascerá...)
Reciclar a palavra, o telhado e o porão...
Reinventar tantas outras notas musicais...
Escrever o pretexto, o prefácio e o refrão...
Ser essência... Muito mais...
Ser essência... Muito mais...
A porta aberta, o porto acaso, o caos, o cais...
Se lembrar de celebrar muito mais...
Se lembrar de celebrar muito mais...
Se lembrar de celebrar muito mais...

Leituras

Voltei a ler por prazer... fazia tempo que não fazia isso.
Até as leituras obrigatórias que estou tendo, em função da pós-graduação, estão boas. Deve ser porque é um curso que eu gosto...

Hoje comecei a ler Shakespeare. Hamlet, com a introdução de Bárbara Heliodora. Muito, muito bom.
Segue algumas citações de Willian, pra aquecer a noite fria que faz nas montanhas mineiras...

Sofremos muito com o pouco que nos falta e gozamos pouco o muito que temos 

_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*

 Mostre-me um homem que não seja escravo das suas paixões


_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*

Se as paixões aconselham por vezes mais ousadamente do que a reflexão, isso deve-se a que elas dão mais força para executar

_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*

Não há arauto mais perfeito da alegria do que o silêncio. Eu sentir-me-ia muito pouco feliz se me fosse possível dizer a que ponto o sou 


_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*

Conservar algo que possa recordar-te seria admitir que eu pudesse esquecer-te 

 
Sorrisos...
ah, os sorrisos... existe coisa mais linda no mundo que o sorriso de alguém?
Eles nos abrem as portas do céu, deixam nossos dias mais brilhantes, se são sinceros nos aquecem a alma.
Tenho uma teoria: se estiver de mau-humor, olhe no espelho e sorria pra você mesmo! Tudo melhora, até sua cara carrancuda!
Hoje ganhei e distribui muitos sorrisos: amizades novas sempre nos fazem sorrir.
As antigas também!
O mais legal dos sorrisos são as horas em que eles aparecem e a gama de sentimentos que os envolvem: já sorri quando queria chorar, já sorri de alegria, de nervoso, de medo, de satisfação, sarcasticamente, ironicamente, apaixonadamente!
Acho que deveríamos todos sorrir, sempre!
Pra você que tem o sorriso mais lindo do mundo, alegre o dia de alguém!
;-)

segunda-feira, 10 de maio de 2010

Meninas do meu coração

Aí, lembrei-me das meninas do meu coração: as meninas maislindas do mundo, que também me fazem melhor a cada dia.

Tem as amigas de infância: Cínthia e Vanessa. Crescemos juntas, casamos quase na mesma época e temos bebês! Tá, vai, a Cínthia estragou a brincadeira fazendo o Miguel antes, hoje com uqase seis anos, mas Vanessa e eu mantemos as regras das brincadeiras de criança: Gabriela, da Vanessa, e meu Heitor têm quase a mesma idade!
Seguimos rumos parecidos: todas mães e professoras - as duas casadas, eu, não mais - as três sem tempo, nos falando pouco, mas ali, firmes na amizade.

Tem a Líllian e a Kamila: lá do CTU! Que coleginho! Separei-me de grandes amigos (Vanessa e Betinho, por exemplo) pra conquistar novos amigos lá. De meninas ficaram só essas cuas. Não sou muito popular com as meninas... nas no grupo dos meninos... aí a lista é miorzinha, deve dar uns três ou quatro! ahahah
Essas mocinhas tomaram rumos muito diferentes do meu: Lillian é fisioterapeuta, que chique! e a Kamila é... desempregada! ahahah na verdade ela é economista e tá esperando um banqueiro rico pra se casar! Vive tentando concursos, até agora nada, mas força, amiga! um dia vai!

Depois disso aí veio a faculdade... por um bom tempo sótinha a dani de amiga, (tinha os meninos: Renan e Eduardo, mas trocaram de curso: Renan, foi pra Petrópolis, fazer adinistração e Du, pra Itaperuna, é doutor, faz medicina!), mas aí veio  a Josi, guria forte, trabalhadora, batalhadora, companheira. Sem dúvida uma das gurias que mais amo. Aliás, quem tá aqui é porque é amada!
A Josi é um carma: pra todo lado que eu vou ela tá! isso é muito bom... a gente se diverte enquanto trabalha!

Bem, hoje passei aqui só pra fazer essa lista do povo que mora no meu coração e que às vezes nem sabe...
Sim, faltou um dos meninos do meu coração, mas que moram pertinho...
Esses são fáceis: é o Raphael e o Fernando, do CTU; o Claudiney, Isaías e o Hilbert da faculdade. E ainda o Du e o Renan, que estavam aqui, agora estão longe, mas daqui a pouco voltam!

Então, pessoas todas que moram no meu coração, amo-os muuuuuito!

Meninos do meu coração

Então... hoje acordei pensando seriamente nas pessoas que fazem os meus dias melhores: homens e mulheres que deixam tudo mais colorido com um bom dia, com uma brincadeira ou pelo simples fato de existirem.
Dei-me conta de que dois dos meus amigos mais amados estão longe de mim, a quilômetros de distância, mas que estão muito mais presentes do que alguns que são meus vizinhos.
Dei-me conta de que muitas vezes não digo a eles o quanto são especiais e o quanto me fazem ser melhor.
Dei-me conta de quero preserva-los e leva-los comigo pra onde eu for e como diz a música "certo é estar perto sem estar". Hoje percebo isso a cada manhã ou tarde ou madrugada que entro na internet e tem uma mensagem dos meninos mais amados do mundo na minha caixa de mensagens.
Resolvi escrever pra eles hoje: para os meus dois amigos mais amados, Ke e Betinho, e que moram tão longe, fica aqui uma declaração explícta de que são muito, muito especias pra mim.

Quero que saibam que são lembrados todos os dias, em vários momentos, que tem uma música especial pra cada um, que sempre que como batata-frita lembro que o Ke me deve uma ida ao boteco; que sempre que passo no teatro lembro do betinho e das gostosas gargalhadas que demos na última peça que assistimos - mesmo, naquele contexto eu não estando muito pra risos; que sempre que vejo o carteiro lembro das cartas do Ke - há muitos anos não trocamos mais cartas...; que toda vez que passo perto da escola lembro do betinho tímido, tímido, que virou professor e que agora tem que falar, falar!

Enfim, não ficou difícil de perceberem que estão tão longe e tão perto de mim, né?

Meninos lindos, cheirosos, inteligentes e meus amigos: amo-os de montão.
beijos, beijos, beijos.