Visitas da Dy

domingo, 5 de outubro de 2014

Eleições




Hoje, ao colocar vestido e batom vermelho não era só uma combinação de modinha. Não era só para fazer par com o meu cabelo ou com os esmaltes das unhas, mas para marcar meu território político.
Aos 50 anos de um golpe militar em meu país, que não vivi, mas peguei resquícios, posso sair livremente pelas ruas exibindo meu adesivo com minha preferência de voto.
Tomei meu partido há anos, quando ainda estudante do Ensino Médio, quando lutei contra aumentos de passagens de ônibus que eram abusivos, quando sonhei com passe livre estudantil.
Não sou do tipo intelectual e já nem sou tão combativa. O tempo passa, envelhecemos e não podemos mais nos dedicar tanto, mas leio sobre política. Comparo os dados, os gráficos, as informações e rio das desinformações.
As escolhas que fiz hoje e saí orgulhosamente ostentando no peito a favor de Dilma Rousseff, minha atual presidenta, e candidata, é em honra à luta que ela travou por mim, por meu filho, por meus amigos, por meu país. Uma mulher que sofreu as perseguições da ditadura, que viveu encarcerada por 3 anos. Que foi torturada.
Sim! Eu apoio Dilma! Sim, ela foi assaltante de banco, esteve envolvida a vários episódios contra o exército e é disso que me orgulho: de saber que ela não mediu esforços pelo seu ideal de um país melhor e que continua não medindo.
Hoje sou Dilma e sou todos aqueles que defendem um mundo melhor para os trabalhadores. Sou com aqueles que não acreditam nas verdades inventadas pelas revistas ou jornais que insistem em entrar nas nossas casas todas as noites apresentando apenas o seu ponto de vista.
Ao sair de casa hoje, toda de vermelho, representei anos de lutas. Vidas que se foram na esperança de um país melhor que eu estou vivendo e ajudando a construir.
Muita gente lutou por isso e eu vou seguir esses planos e seguir mudando, buscando a igualdade enquanto eu puder.
Obrigada, Dilma, por ter (sobre)vivido nos porões da ditadura e permitir que eu participe da democracia hoje, inclusive, debatendo sobre isso com outras pessoas.
Viva a diversidade e o direito de todos poderem escolher seus candidatos!

Sou por um Brasil melhor, por mais futuro, mais Dilma!

0 Comentários:

Postar um comentário