Visitas da Dy

quinta-feira, 5 de dezembro de 2013

Leilah


Leilah, escura como a noite,
Negra como o céu sem lua,
De olhos vivos e verdes de luz
De manha de manhã,
De querer sem querer,
De sossego, marasmo, de ficar à toa...
De correria, de pulos, de gataria,
Pedaço da noite que alegra o dia!

0 Comentários:

Postar um comentário