Visitas da Dy

segunda-feira, 28 de novembro de 2011

Estrelas




Olhando para o céu vejo estrelas
Tão altas, tão brilhantes,
Tão frias
Que chegam parecer vazias
Porque ainda olhos para elas?
Será que elas olham por mim?
Será que olham pra mim?
Ah, se soubessem as respostas que busco...
Ah, se pudessem realizar os desejos,
Auqeles desejos que fazemos
Sempre q elas se jogam lá de cima.
E por que se jogam?
Para ver minhas lágrimas de sal?
Sim, minhas lágrimas são cristalinas,
Quase brilhantes como elas...
E por que se jogam?
Para ver meus sorrisos soltos?
Sim, meus sorrisos amorosos, livres.
Digam-me estrelas,
Por que se jogam?
De onde vem o teu brilho frio?
São tão belas quando caem na terra
Ou só o céu é que lhe dão todo esse encanto?
Às vezes a beleza só se vê na distância...
Ah, se eu soubesse responder...
Ah, se pudessem me responder...
Digam-me estrelas sabem o que é o amor?
Já amaram alguma vez?
Por que emprestaram o teu brilho para os olhos de meu amado?
Por que lhe deram o seu encanto?
Para me entorpecer?
Ah, se pudessem me responder...
Estrelas que brilham frias, sozinhas, vagas
Estrelas distantes, encantadas,
Que brilham leves, soltas,
Digam-me porque ainda as observo,
Se já não sei o que é bem ou mal,
Se já não sei se me olham,
Se já me perdi em seu brilho,
Se já não sei onde estou...

0 Comentários:

Postar um comentário