Visitas da Dy

domingo, 23 de outubro de 2011

O mundo é chato



O mundo é uma coisa estranha, um lugar estranho, com pessoas que também são estranhas.
Procuramos seguir um padrão certinho, tudo igualzinho, quando na verdade esse padrão não existe! O padrão é ser diferente!
Desse modo eu digo que o mundo parece chato, mas eu sei que não é.  O que é ser chato? Pode ser um pires!
É… o mundo parece um pires. E é assim mesmo já que não vejo ninguém andando de cabeça pra baixo por aí, certo? É até seria, mas tá tudo errado. Nós só não percebemos que ele é redondo. Na verdade é só mais uma impressão errada que temos do mundo. Como temos de tantas outras coisas, de tantas pessoas, de tantas situações.
Achar que o mundo é um pires é mais fácil, se aplica melhor a nossa mania reducionista, nossa mania de simplificar.
Muitas vezes acho o mundo chato, de ser sem graça mesmo. Mas passa rápido. Quem acha que o mundo é chato é porque não descobriu ainda como se deve viver. Achar que o mundo é pra quem não corre atrás dos próprios sonhos, pra quem não encontra motivo pra se animar.
Que fique claro: não sou a senhorita alegria, aliás, ondas de desânimo me afetam muito, mas a diferença entre eu e mundo é uma só: sou mais eu! E quando me pego desanimada busco consolo, conforto, esperança e volto a afirmar que o mundo parece chato, mas eu sei que não é.

Abril de 2011.


0 Comentários:

Postar um comentário