Visitas da Dy

quarta-feira, 21 de setembro de 2011

Abraços I



Ganhar um abraço é ganhar uma passagem só de ida para o mundo do outro.
É entrar no peito aberto de quem lhe estende o braço.
É quando alguém se doa e te recebe e já não se sai de um abraço como chegou: leva-se muito do outro, deixa-se muito de si.
Deixar-se envolver num abraço é entregar-se à magia da transformação onde a saudade vira alegria, alegria vira êxtase e a vida ganha combustível para seguir mais leve, mais colorida.
Ganhar um abraço de quem se ama é tornar-se alado, é voar pelo céu da aurora, com brisa suave e sol nascente, é perfume de rosas e chá de cidreira. É jardim em flor, momento em que se vê desabrochar os mais variados tipos de amor.

4 Comentários:

Nanda disse...

Essa menina está terrível!!! Amei!!!! bjussss

Dy Eiterer disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Anônimo disse...

Adoro abraços! Principalmente os demorados, cheirosos, afáveis e que como vc escreveu aí e eu adorei, "alados".

Madney!

Dy Eiterer disse...

Oi, Madney!

Na verdade tenho três textos sobre abraços.
Esse e o segundo, que posto nessa madrugada, são antigos.
O terceiro eu fiz no último fim de semana e será postado amanhã.

Vou começar a separar esses textos por temática! rs!

Mais uma vez, obrigada pelas visitas constantes.

Beijooooo

Postar um comentário