Visitas da Dy

sábado, 4 de setembro de 2010

Aprendi que nessa vida não existem  principes e princesas.  Muito menos os sapos que se transformam.
Só pessoas, surpreendentes, surpreendidas, (in)compreendidas,  nas quais depositamos nossas fichas e esperamos pra ver onde a roleta vai parar.
Se dermos sorte, fazemos amigos e até encontramos amores...
Se não, ah,... se não damos sorte  perdemos tudo: passa-se a vida.  E, nós, nós ficamos na  beira da estrada, com poeira e vento e solidão, sabendo que tudo não era pra ter sido vão... mas foi.
 

0 Comentários:

Postar um comentário